30 de junho de 2010

Perigosamente ao seu lado - Parte X (E ÚLTIMA)





E, como no meu sonho, a campainha tocou de madrugada. Atendi e o homem, que pelos meus cálculos se chamava Harold. 
   - Po-pois não? - gaguejei. 
   - Pode evitar todo o clichê. A chave já está comigo e minha perna está melhor, obrigado. - ele sorriu, acariciando minhas bochechas. E novamente minha pele formigou a seu toque. 
   - Co-como? 
   - A guerra acabou, Roxanne. Mas nós não. 
   Afinal, o sonho parecia real demais para ser mentira. E o toque dele, aconchegante demais para ser desconhecido.
   - Eu não sonhei, sonhei? - perguntei, me aproximando dele. 
   - Pelo menos não terei que desenterrar as memórias de novo. 
   - Foi o pó? Ele me trouxe para cá? 
   - Ele nos salvou, Anne. - explicou - Depois que você quebrou Hernesta, que você conhece por Felícia, e jogou o pó, todos os inimigos se desfizeram. Porém... você foi junto. Aí, deduzi que te encontraria aqui, espetando o bumbum em agulhas. 
   - Mas como você...?
   - Não faça perguntas difíceis. 
   - E então, Har. Teremos mais batalhas?
   - Não, graças a Deus. Por que, queria mais? 
   Minha cara apavorada provocou seu riso. Harold me abraçou e me beijou. E, pela primeira vez desde que o conheci, ou o reencontrei, ficamos sozinhos. Nada de Inferno, demônios e o escambau a quatro.
   Isso até Yara aparecer com cara de paisagem e a gente tentar explicar que Harold, era na verdade Richard, meu ex-namorado anjo, que agora habitava outro corpo. 
   Não sabem como foi difícil para mim entender isso. 
   Mas apesar da aparência diferente, consegui recordar das palavras e dos toques de Richard. E eram os mesmos. E agora, sempre serão meus.
   Até que a minha morte e a quinta dele... 
  Nos una eternamente!


                           FIM

Um comentário:

Talitha disse...

Que final lindo, bom agora ela já se lembra bem quem ele é, e sabe que os dois vão ficar juntinhos ate o fim...
História maravilhosa.
Kiss...