30 de agosto de 2010

Mentiras, mentiras etc.

    Se existisse uma lista de frases que mais são repetidas, com certeza "Mentir é errado" estaria no topo. Ouvimos isso de nossos pais, nossos avós, nossos tios e até de nossos amigos. Mas quem nunca mentiu para acobertar um erro, quem nunca mentiu para agradar alguém? E quem nunca mentiu?
    A mentira é tanto arma de ataque quanto uma estratégia de defesa, depende do objetivo. Há quem minta para livrar a cara de alguém, mas existe quem minta para culpar um inocente. Afinal, em toda e qualquer situação existem os bons e os maus, os amigos e os inimigos... e os terceiros, que são neutros. E assim você se pergunta: como assim neutros? Neutros são aqueles que não mentem nem para inocentar o culpado, nem culpar o inocente. 
    Complexo, não?
    Os neutros mentem apenas para si mesmo, se enganado diariamente. O chato que se diz legal, o egoísta que se diz generoso, o metido que se diz humilde e assim por diante. São inúmeras mentiras contadas para se aumentar, ou até para se diminuir. Porque sempre existem os inteligentes que se acham burros, os bonitos que se acham feios.
    Hoje em dia, a mentira é quase um acessório universal, de tanto que é usada. As mulheres, por exemplo, mentem o peso, a idade. Os homens, mentem o número de meninas que "pegaram" em tal festa. Inclusive, a internet tem se tornado o meio mais mentiroso de comunicação. Os bate-papos têm um monte de mentirosos, teclando geralmente com outros mentirosos. Nesse meio tão amado, todo mundo pode ser lindo, ter cara de modelo e ser milionário. Um criança pode ser adulto, um adulto, adolescente e um adolescente, criança. 
     E o mais engraçado é que no fim, eu menti, você, assim como ele omitiu alguns detalhes. Mentir muitas vezes é bem mais fácil do que falar a verdade, porque se a mentira não for descoberta, magoa menos. Assim como errar, mentir já é do ser humano. Já as consequências, variam de acordo com a mentira. São diretamente proporcionais. Pequenas mentiras, menores consequências. Agora, quando as mentiras são gigantescas, a história se torna diferente...
     Na realidade, o problema verdadeiro, está mesmo nas grandes mentiras, tão grandes que exigem mentiras maiores ainda. Assim se formam as teias mentirosas, teias complicadas e difíceis de se desfazer. De mentira em mentira, o nariz do mundo cresce. Se formos pensar bem, nós acabamos mentindo até sobre ter mentido. É um vício, um hábito, um comodismo.
    E, depois de tudo que eu disse, eu te pergunto, caro leitor: esse texto é uma verdade ou uma mentira?
   

10 comentários:

mila disse...

Como diz o house "everybody lies"
hehehe, mas ainda acho que o que tu escreveu é muito verdade. Muito bom o texto.
beijos! :*

Italo Stauffenberg disse...

Primeiro, amei como vc discorreu nesse texto. Tava pensando em participar dessa edição do BK mas a tua tá'quase' perfeita.

Espera, digo 'quase' pq não concordo com algumas coisas.

- eu não acho que ser honeto é irritante, antes, é muito bom. Assim vc vê as coisas da forma q ela é e não fantasia.
- sim, eu já menti (e muito) mas toda mentira não te leva a coisas boa embora seja paa 'ajudar' alguém
- tudo que fazemos nessa vida tem o preço. cabe a nós pagar pelo que fazemos.

Outra coisa, muita sorte com seu texto. Apesar dps pesares, eu amei lê-lo até o final!

Parabéns.

Danii disse...

Todo mundo já mentiu FATO. Eu evito. Eu mais omito do que minto Hiahsiuahsiah' Se for pra falar alguma coisa pra mentir eeeeeu nem falo Hihash'
Mas acho que toda mentira por mais que seja na boa intenção teem seu aldo ruim né D:

Lucas ♫ disse...

gostei da ironia do texto ;D olha o meu tbm, tá bem legal:

http://lucasroliim.blogspot.com/2010/08/o-mundo-e-dos-pinoquios.html

Italo Stauffenberg disse...

Lê, tbm fiz fiz ponderações acerca das mentiras. Se vc quiser passa lá!

Bjão e valeu por ter entendido o que quiz te falar acerca do texto. Está ótimo mesmo!

Monique Premazzi disse...

Mentir quando é necessário não tem problema, agora mentira compulsivamente, ai já é diferente.
Já conheci pessoas que tem vicio de mentir, que na minha opinião são doentes. Não é legal conviver com pessoas assim, né?

Adorei o texto e boa sorte no blorkutando. Ah, volte sempre! Adorei sua visita. Beijinhos ;*

@juusep disse...

Depende do ponto de vista.

Nathália Monte ;D disse...

ADOREI hahahha e o comentario do house la em cima 'se encaixou' adoro ele sabe..hahaha
beijinhO flor

Nina Auras. ♥ disse...

Verdade pura e verdadeira; toda mentira tem um pouco de verdade, e toda verdade tem um pouco de mentira. KK, adorei o texto, perfeito e super fato *-*

Monique Premazzi disse...

Esperando um novo post, viu? Obrigada pela visita, e volta lá que postei final de Angel *-*
Ótimo sabado!
xx