31 de julho de 2011

Macaco de imitação.

6 passaram por aqui
ao som de Fuckin' Perfect, Pink 

Ele não é nada além de um pedaço de vidro dentro de uma moldura. Talvez esteja em um prego, ou escondido atrás de uma porta de armário. Talvez nunca tenha visto o mundo que há além da janela do banheiro. Mas ele não liga, se contenta em repetir os rostos que o olham, sem se importar com a realidade de cada um deles. É um simples macaco de repetição.

Mas você não pensa assim, não é mesmo?
 
Através dos seus olhos, ele é um monstro que mostra a você tudo o que se recusa a enxergar. Reflete o que há além da maquiagem. As olheiras pela noite que você deixou de dormir para estudar mais um pouco. O sorriso que minguou conforme a vida ia magoando o coração. Os dois quilos que os chocolates acumularam na barriga. E o brilho que lentamente desapareceu dos olhos.

Engraçado o que a tristeza e a falta de auto confiança fazem com a gente, né?

Mas não, garota, a solução não é quebrar todos os espelhos. Não é deixar de comer, deixar de amar, deixar de crer e de sonhar. Apagar de vez o sorriso. A verdade é que uma hora você terá de encarar a si mesma. Porque a sua vida também refletirá quem você é.

Simplesmente ignore. Ignore aquilo lá dentro que diz que está tudo errado; que você está errada. Não, você é perfeita do jeito que é - com os quilos a mais, as espinhas, os cravos, o cabelo ressecado, as olheiras... com tudo que faz parte do seu ser. Mudar por fora todo mundo pode. Na maioria das vezes até será indolor. Agora, as mudanças internas, minha querida, essas só você poderá fazer. E nem sempre serão fáceis. Mas sempre serão necessárias.

Quer queira, quer não queira. Cabe a você escolher de que lado estará quando elas acontecerem: do que você é ou do que parece ser quando se olha no espelho.

Sumi por um looooooooooooooooooongo tempo, né mesmo? Bem, férias, falta de tempo, de coragem, de inspiração. Mas sei lá, mesmo que esta última ainda não tenha voltado, sinto que tenho que escrever sobre alguma coisa. Qualquer coisa. Esse texto foi inspirado na música Fuckin' Perfect, da Pink, como falei lá no início. Booooom, é isso. Beijinhos, meus cats =**

13 de julho de 2011

Rock n' Roll,

2 passaram por aqui
não se aprende nem se ensina
(Raul Seixas)

Não é barulho, não é dos infernos, não é maldição. É vida, libertação. Não, não há como entender o rock, porque o seu significado ultrapassa qualquer explicação.

Feliz dia do rock, 



                                     (Rock and Roll, Led Zeppelin)